QUEM DIRIA?

             Não era primeira vez que Wilma aparecia no trabalho com o rosto inchado e hematomas em volta dos olhos. As colegas já se sentiam incomodadas em vê-la naquele estado.  Por várias vezes a tinham interpelado sem sucesso. Wilma pedia  para não se incomodarem com sua vida particular, e depois se trancava num misterioso silêncio. Tirando a aparência, que tentava ao máximo disfarçar com reforço de cremes e maquiagem, não se percebia grandes alterações no seu humor, nem no ritmo de trabalho.  Chegava até a cantarolar durante o expediente. Os hematomas mudavam de lugar, mas sempre estavam ali presentes. Os comentários aumetavam a cada dia. Os amigos não conseguiam entender aquele “sangue de barata”. Ela precisa denunciar esse cara, diziam uns. Um dia ele vai mata-la, diziam outros. Wilma tinha dois filhos com Benício, e a maioria dos amigos pensava que ela aturava por medo. Precisava criar os meninos e então se submetia àquele tratamento agressivo do marido. E a rotina se sucedia, Wilma machucada, sorrindo e cantarolando.  Era realmente um contra-senso. Na festa de fim de ano na empresa Wilma veio com o marido e as crianças de 2 e 4 anos. Davam a impressão se ser um casal normal. Carinhosos um com o outro, cuidadosos com os filhos, trocavam gentilezas a cada minuto. Na segunda feira lá estava ela com seus “troféus de guerra”.  Certo dia Laura, a funcionária mais velha e experiente da empresa, respaldada pelo apoio dos demais, foi ter uma conversa séria com Wilma:

__Você precisa abandonar esse canalha. Ele não pode te tratar desse jeito. disse Laura.

__Porquê? disse Wilma, tomada completamente de surpresa.

__Ninguém aguenta mais te ver assim, sempre machucada. Isso tem que ter um basta.  – A conversa prosseguiu por quase uma hora. Então, Wilma resolveu acabar com aquele embaraço, e contou a amiga:  __É na hora do sexo. Adoro apanhar.

 

 

 

 

 

Publicado por

AILTON V. PRIMO

Brasileiro, casado, médico radiologista, 65 anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.