AO AMANHECER

O AMANHECER

      Todo amanhecer renova meu espírito. Primeiro uma faixa dourada no horizonte, começa a render a escuridão da noite. Enquanto sua intensidade luminosa aumenta, os sons vão entrando em cena. Primeiro o o ruído de poucos carros rompem o silencio, mas aos poucos vão aumentando, se somando a passos e vozes num crescente ritmado, lembrando o bolero de Ravel, que começa quase inaudível e vai aumentando com a entrada das diversas partes da orquestra. A esta altura o sol se levanta e espalha toda sua luminosidade e calor pela metade do mundo que consegue enxergar. Os homens despertos e repousados se preparam para mais um dia de trabalho sob a regência  de um maestro  exigente com as notas da partitura da vida, mas que transcende de amor por todos os seus filhos. Em cada amanhecer recebemos uma folha em branco que podemos preencher como bem entendermos, a escolha é nossa. Podemos usa-la para registrar nossos pensamentos, expectativas e atitudes. Seria bom se todos os homens a usassem somente para registrar coisas boas e construtivas e nunca ocupa-las com as vicissitudes do mal. Pode ser utopia, mas não custa sonhar.

AVP-15/05/2020

 

 

Publicado por

AILTON V. PRIMO

Brasileiro, casado, médico radiologista, 65 anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.