AMANHECE

As sombras da noite se vão aos poucos

Ruídos rotineiros vão surgindo

Passos, carros, vozes, chamamentos

Abrem-se as portas da padaria

Preparando para o dia bolos quitandas e pão

Diaristas, porteiros e vigias vão trocando seus “bom-dias”

Assim começam meus dias

O amanhecer é uma caixa de surpresas

Nunca se sabe o que traz, se alegria ou tristeza

Então me ponho de pé

E antes de tomar café, preparo meu coração

Para o que der e vier

A vida passa tranquila, segue sua partitura

Não vou ficar resmungando dizendo que a vida é dura

Tão-pouco choramingando esperando quem me console

Pois há muito aprendi na luta

Que a vida é bem mais dura para quem é mole…

Publicado por

AILTON V. PRIMO

Brasileiro, casado, médico radiologista, 65 anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.