O MENINO IDOSO


“Amigo, socorro, tem um dragão me perseguindo”, gritou o garoto de cinco anos. O avô marcou a página do livro, arrumou os óculos e levantou-se com certa dificuldade, mas sem querer deixar transparecer, atiçou o menino dentro de si e saiu dando socos no ar para socorrer o coleguinha. “Aqui não, seu dragão desalmado, não venha amedrontar meu amigo, vou expulsa-lo com um chute no traseiro”. O pequeno agradeceu sorridente pela ajuda, já determinando novas tarefas. “Precisamos reforçar a segurança do nosso reino” algumas cadeiras colocadas em semicírculo viraram as muralhas. “vamos construir algumas tendas para nos proteger” falou o menino menino, o menino idoso saiu em busca de material e voltou com algumas caixas de papelão com as quais começaram a construir abrigos e a transformar drasticamente a paisagem da sala do apartamento. Um lençol jogado por cima da mesa virou o palácio. “Rápido amigo, os inimigos estão se aproximando precisamos estar preparados quando chegarem” gritou garoto. O menino idoso corre daqui, corre dali arruma uma coisa, arruma outra. Depois, olhando por cima da muralha caiu na besteira de dizer “estão vindo em cavalos velozes”. Terminou de falar e já se arrependeu pois o garoto aflito disse “vou precisar de um cavalo, como vamos fazer?” o Avô olhou para um lado e para o outro, e não vendo nenhum cavalo, caiu de quatro “monte amiguinho, vamos acabar com eles” o garoto pulou para cima do cavalo que já pensou logo “isto não vai prestar’. Foi flecha, lança, e machadinhas para todos os lados enquanto o cavalo corcoveava embaixo do combatente. Por sorte a batalha acabou logo, “vencemos amigo” gritou o garoto apeando em seguida para alívio do velho cavalo que resfolegava arriado nas quatro patas. Quando o avô se refez, foram trocando ideias e preparando o cenário para outras batalhas contra todo tipo de inimigos e protegendo o reino contra perigos naturais. “E se uma onça vier da floresta e entrar por um desses buracos na muralha perguntou o menino?” Só me faltava essa, pensou o avô já cansado daquela correria toda, uma onça na minha sala. De onde esse menino está tirando essas ideias. Não conseguindo resolver todos os problemas, radicalizou. “Amigo, vamos nos concentrar e criar um escudo invisível a prova de dragões, elefantes, onças, inimigos de outros tribos. “Boa ideia” disse o menino, encostando sua testa na testa do avô para o exercício de concentração, em poucos segundos “pronto, já temos nosso escudo invisível” disse ele. O avô pediu uma trégua, foi à cozinha tomar uma copo d’água e ficou por lá alguns minutos descansando. Quando voltou seu criativo amigo veio com a carga toda “amigo, descobri que o escudo não protege contra naves espaciais, vamos ter ter que construir um telhado melhor para nossos abrigos”, está certo disse o avô, vamos encontrar uma solução. Andou pelo apartamento à procura mas não encontrou nada que servisse. Finalmente ouviu barulho na porta da frente. Era seu filho que viera buscar o neto. Entre triste e aliviado disse ao menino enquanto se despedia. “no domingo que vem encontraremos uma solução”. Ficou um tempão recompondo a bagunça da sala, guardando as coisas, arrumando móveis e depois foi à procura de um Dorflex e de Cataflan gel. Durante a semana assistiu a vários desenhos animados para ver se encontrava uma solução que protegesse de alienígenas. Quando o neto voltou na semana seguinte a resposta estava pronta. “Encomendei da Rússia, deve chegar em três meses” e pensou ” até lá encontro uma solução”. Aproveitando o dia lindo, levou o garoto para brincar no parque. Dá menos mão de obra.

Publicado por

AILTON V. PRIMO

Brasileiro, casado, médico radiologista, 65 anos

Um comentário sobre “O MENINO IDOSO”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.